Por Ludmylla 24 de abril de 2017

Minhas dicas para Orlando

Em se tratando de viagens internacionais, Orlando é um destino bem comum e sobre o qual existem incontáveis dicas pela internet a fora. Levando isso em conta, resolvi fazer apenas um post sobre a minha viagem para lá, reunindo aqui o meu roteiro e as dicas que considero essenciais. Além disso, claro, o que eu achei imperdível na cidade!

Viajamos entre 08 e 18 de abril, primavera nos EUA e um clima super agradável. Não tão quente durante o dia, sem chuvas e ainda fazia um friozinho gostoso à noite.

Fiz um roteiro bem completinho para essa viagem, com a descrição das atividades de cada dia. Mas como não quero deixar o post muito extenso, quem tiver interesse em receber o PDF do roteiro, deixa um comentário para mim aqui no post que eu envio para o e-mail cadastrado <3.

 

dicas-de-orlando

 

E vamos às dicas que eu considero essenciais!

A amiga blogueira Dani Tabelini me deu a dica de Daytona Beach e, por favor, INCLUAM ESSE LUGAR EM SEUS ROTEIROS – se você estiver indo em dias quentes é melhor, claro! É uma praia linda, com areia branquinha, mar azul, um píer super charmoso e aquela vibe de praia gringa super diferente da nossa, sabe?! Foi uma das primeiras atividades da nossa viagem e começamos super bem!

 

dicas-orlando-daytona-beach

 

Outro lugar que foge da maratona de parques e oferece um belo “day off” da intensidade de Orlando é Winter Park. Uma cidadezinha que fica a meia hora de Orlando e que parece muito com as cidades californianas. As lojinhas, os restaurantes super charmosos, as ruas tranquilas. Desde que vi a dica de Winter Park tinha certeza de que iria amar. E amei :). Fomos lá quase no finzinho da viagem e foi uma bela forma de encerrar nossas férias.

 

dicas-viagem-orlando

Lembrança do dia em Winter Park

 

Outlets

Existem dois grandes outlets da rede Premium em Orlando. O Internacional e o Vineland – sendo este último um pouco menos conhecido e infinitamente melhor que o primeiro. As principais compras fiz no Vineland – fica menos lotado, o estoque das lojas é melhor e é tudo mais arrumadinho. Mais para o final da viagem fui ao Internacional comprar algumas coisas que estavam faltando e achei um caos. Só valeu pela UGG por um preço ótimo que encontrei- mas talvez no Vineland também teria, eu apenas esqueci de ir na loja da UGG quando estava lá.

Também no Vineland eu fiz a principal compra da viagem (e uma das mais empolgantes da vida! kkk). Meu tão sonhado trench coat Burberry – confira aqui o vídeo completo das compras em Orlando!

 

Parques da Disney

Dentre os parques da Disney, só tínhamos interesse em três: Holywood Studios, Epcot e Magic Kingdom. Acho que os três valem um lugar no roteiro, sendo o Magic Kingdom o mais clássico e tem-que-ir-pelo-menos-uma-vez-na-vida de todos e o Epcot o mais interessante.

 

dicas-orlando-magic-kingdom

 

Considerei o Epcot o mais interessante por estar viajando em casal, sem filhos e pela infinidade de boas opções para comer e beber nas áreas dos países (chamado World Showcase), e também por ter atrações mais adultas. Lá fica um dos brinquedos mais legais da Disney, o Soarin – é realmente muito muito legal :).

 

dicas-world-showcase-epcot

 

Ainda no Epcot, a área da Alemanha tem ótimas cervejas e uma loja de caramelo maravilhosa, a Karamell-Kuche, na foto acima. Nas áreas da França e da Itália tem ótimas opções de comida e meu marido comeu um prato bem bonito (e segundo ele, delicioso!) no restaurante do Japão. De todos os parques, o Epcot foi o único da Disney que eu repetiria em uma mesma viagem. Tem um visual lindo, é gostoso de passear e ninguém dá conta de provar tudo de gostoso que tem lá em apenas um dia.

 

dicas-epcot-disney

Amei o Epcot!

 

O ponto alto do Holywood Studios fica por conta da atração de Frozen, por ser lá que podemos conhecer o Olaf (minha pessoa preferida de toda a Disney, rs) e pela atração de Toy Story, que parece bobinha mas garante uma boa diversão de tiro ao alvo em 3D.

 

dicas-dos-parques-da-disney

 

PS: também tem uma atração super legal de Frozen na área da Noruega, no Epcot.

Por fim, a dica para a Disney é primeiramente definir quantos parques você quer visitar e ir em apenas um por dia. Definido o número de dias, comprar o pacote, já que quanto mais dias no pacote, mais barato sai cada ingresso. Outro ponto importante que ainda passa batido por muita gente: a Disney oferece FreePass GRATUITO para todos. Trinta dias antes da data que você irá ao parque já dá para agendar 3 free passes e lá no parque, após usar os três, dá para ir agendando outros – e nesse momento, ter o aplicativo da Disney instalado no celular será de grande ajuda, tanto para agendar o free pass, quanto para acompanhar toda a movimentação do parque.

 

Parques da Universal

Muita gente considera o Magic Kingdom a grande atração de Orlando. Mas para mim, o mais empolgante da viagem certamente estava na Universal: as áreas de Harry Potter!

 

knight-bus-universal-studios

 

No Universal Studios fica o Beco Diagonal, Gringotts e tudo da saga que se refere a Londres. Já no Islands of Adventure, fica Hogsmeade e o castelo de Hogwarts. E aqui já tenho uma primeira dica: compre o ingresso Park-to-Park para pelo menos um dia de Universal para que você possa pegar o Expresso de Hogwarts – uma das atrações imperdíveis da Universal. E o sentido mais legal para pegar o trem é no sentido Londres-Hogsmeade (Studio-Islands), já que assim a gente passa pela Plataforma 9 3/4 (sério, é MUITO MANEIRO).

 

beco-diagonal-universal-studios-orlandouniversal-studios-beco-diagonal

Beco Diagonal, no Universal Studios

 

Escape from Gringotts e Harry Potter and the Forbidden Journey (no Castelo) são as duas atrações mais legais de toda Orlando – pelo menos para uma Potterhead. Mas mesmo para quem não é fã (exemplo: meu marido) é bem legal!

No Universal Studios, além de TODO o Beco Diagonal, outros imperdíveis são a ride dos Simpsons, Transformers, Minions e a montanha russa Rockit! (pesadinha, rs).

 

dicas-do-universal-studios

 

No Islands of Adventure, os imperdíveis: Spider Man, a montanha russa do Hulk, a Skull Island: Reign of Kong e duas atrações das quais você vai sair molhado (de verdade!), Jurassic Park River e Dudley Do-Right’s Ripsaw Falls (muuuito legal, kkk).

Voltando para o tema Harry Potter, no Universal Studios fica o Knight Bus – legal para tirar fotos e também para ver a interação dos personagens, como no filme. E antes de entrar no Beco Diagonal, fica Grimmauld Place (sede da Ordem da Fênix <3 e onde o elfo doméstico Monstro aparece na janela de vez em quando).

 

hogsmeade-universal-orlando

Hogsmeade <3

E antes de começar a encerrar o post (não desistam de mim!!!), vamos falar de comida?! Por favor, anotem e não deixam de ir a um Five Guys! Hambúrguer delicioso e batata frita fresquinha, cortada à mão todos os dias. E outro favor: saiam da dieta e se acabem em todos os doces dos parques, vai por mim! Imagens ilustrativas abaixo :)

alimentacao-parques-orlando

No mais, acho imperdível para qualquer brasileiro dar pela menos uma passadinha no Wallmart (para compras em geral) e uma passadinha no Whole Foods Market (para comidinhas mais saudáveis). É uma perdição.

Para fechar, indico entre os shoppings da cidade o Mall at Millenia. É um shopping lindo e com ótimas lojas – entre grifes e lojas de departamento baratinhas. Lá tem Sephora, Apple, H&M, Forever 21, Victoria’s Secret, Macy’s, Cheesecake Factory, etc. E se você tiver pique de ir em mais de um shopping, rs, tem também o Florida Mall.

 

Post: looks em Orlando!

 

Nosso hotel em Orlando foi o Homewood Suites by Hilton (Internacional Drive/Convention Ctr) e recomendo MUITO. Tem um ótimo custo benefício, os quartos são confortáveis, equipados com uma mini cozinha, e tem uma localização fantástica! Pertinho da Orlando Eye, de inúmeros restaurantes e outras opções de entretenimento noturno, em uma localização central tanto para ir à Disney quanto à Universal e com café da manhã e happy hour em alguns dias, incluídos em todas as diárias. Não é um hotel luxuoso, mas é confortável e atendeu super bem a todas as nossas necessidades em Orlando.

Foi um prazer dividir mais uma viagem por aqui <3. Espero que as dicas sejam úteis!

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Comentários
(11)

  1. Rayanne disse:

    Tudo o que precisava desse momento estou programando minha viagem e creio que vai me ajudar muito esse post! Gostaria do roteiro! Essa praia fica a quantos minutos de Orlando?

    • Ludmylla disse:

      Oi Rayanne!
      Acabei de te enviar o e-mail ;)
      Daytona fica a mais ou menos 1 hora de Orlando, programando direitinho, é um bate-volta tranquilo, as estradas são excelentes!
      Beijinhos

  2. clarice silveira disse:

    lud, me manda o pdf!! e outra, vc acha possível ir a orlando e conhecer os parques sem alugar carro?existe transfer? obrigada !bjos

    • Ludmylla disse:

      Oi Clarisse!
      E-mail enviado ;)
      É bem comum que os hotéis ofereçam serviço de transfer para os parques sim, vale checar quando fizer a reserva. Mas recomendo bastante o aluguel do carro não só para a logística de parques, como para se locomover em Orlando de forma geral. Sem carro você vai depender dos horários fixos dos transfers e também de táxi e Uber, o que pode sair até mais caro, visto que aluguel de carro lá é bem barato. Mas claro que é possível, é só avaliar bem as suas alternativas de transporte.
      Beijos!

  3. Daine disse:

    Oi Lud!! Adorei as dicas! Estamos indo pra lá em novembro e, como boa, potterhead, espero aproveitar bastante!!

  4. Paloma disse:

    Oi, Lud!

    Adorei o post! Pode me enviar o pdf com as dicas? =)

  5. […] do Insta, demorei um pouco para finalmente editá-lo, mas enfim está no ar! Minhas compras em Orlando – farmácia, shopping, supermercado, outlets e […]

  6. Bruna disse:

    Boa tarde Lud,

    Poderia me mandar o pdf com seu roteiro da viagem?

    =)