Por Ludmylla 20 de julho de 2014

Domingo (delícia!) em Pedra Azul

DSC_1124-2-1024x678

Resolvi de última hora subir a região serrana do ES com o marido e passar o domingo por lá. Fomos até a Rota do Lagarto e entramos no

Parque Estadual da Pedra Azul, até onde começam as trilhas e bem pertinho já da pedra. O lugar que já é lindo e único, estava ainda mais incrível!

Tivemos a sorte (e que sorte!) de irmos até lá justamente no final de semana em que as cerejeiras – que eu nem sabia que existiam por lá (admito a vergonha!) – estavam cheias de flores. Nota: as flores de cerejeiras abrem apenas uma vez por ano e duram em média dez dias, depois caem. Inclusive, dizem que ver as flores de cerejeira caindo também é mágico.

Eu fiquei em pleno estado de empolgação, sempre sonhei em visitar um campo de cerejeiras, caminhar por elas… Aquelas flores me encantam como nenhuma outra! E claro que nessas horas a gente faz uso da paciência sem fim do marido para tirar mil fotos! rs.

DSC_1189-2-697x1024

DSC_1133-2-1024x678

DSC_1144-2-1024x678

DSC_1181-2-1024x678

DSC_1184-2-1024x678

DSC_1190-2-1024x678

DSC_1140-2-1024x678

Depois do Parque, fomos almoçar no

Don Lorenzoni Due, restaurante delicioso que fica também na Rota do Lagarto (pertinho do parque) – é um restaurante que mistura cozinha italiana com a culinária regional (palavra de leiga, ok?!). Tudo que pedimos estava divino!

DSC_1201-2-1024x631

Entrada: cogumelos recheados com queijos e macadâmia.

DSC_1203-2-1024x678

Meu prato: talharim negro com lagosta, polvo e salmão (água na boca!).

DSC_1202-2-1024x617

Prato do Alexandre: dueto de lagosta!!!

DSC_1205-2-1024x664

Sobremesa que deixou a gente desejando mais: cheesecake de doce de leite e sorvete de frutas vermelhas!

E em resumo: Pedra Azul é fantástica em qualquer época do ano e no inverno fica ainda mais charmosa. A região além de linda, tem ótimos restaurantes e cafés e oportunidade para um programa que eu adoro: passar nas lojinhas das fazendas e trazer pra casa cafés da região e produtinhos caseiros!

Recomendo, e muito!

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Comentários
(9)

  1. Elga disse:

    Que lugar mais lindoooo!!!! Adorei!!!!

  2. Juliana Brandão disse:

    Perfeito!!! Que delícia poder contemplar essa maravilha!!! vc tem indicação de hospedagem? Costumo ficar no Peterle mas gostaria de variar… bjus

  3. Alana disse:

    Como a gente chega no bosque das cerejeiras?

    • Ludmylla disse:

      Esse bosque fica no Parque Estadual da Pedra Azul mesmo, perto de onde começam as trilhas. Mas as cerejeiras abrem uma vez por ano (geralmente em julho) e ficam só uns 10 dias. Agora eu acho que só ano que vem para vermos as árvores floridas de novo :)
      Beijos!

  4. Juliana Brandão disse:

    Da última vez que estive em pedra azul estive nesse restaurante ainda não conhecia eu simplesmente amei!! Que comida saborosa estou doida para voltar.

    • Ludmylla disse:

      Eu tb amei uma lojinha de coisas para casa, misturada com café, que tem logo na entrada na Rota do Lagarto, pena que não anotei o nome. Mas da próxima vez que for lá, vou anotar e fotografar pra dar a dica ;)

  5. Thais disse:

    Oi Lud! Descobri seu blog há pouco tempo e já estou amando!!!
    Tenho muita vontade de conhecer o Parque, deve ser lindo. Sobre esse restaurante que vc falou, pelo que pesquisei, eles não aceitam cartão né? Então tem que ir preparado!! Em média, quanto sai um almoço para casal, com entrada, prato principal e sobremesa, tipo o que vcs escolheram? Com exceção das bebidas é claro, que é muito relativo o gosto!
    Beijos!!!

    • Ludmylla disse:

      Oi Thais,
      Fico feliz que tenha gostado do blog!
      Com os 3 pratos deve ficar uns 200 reais. Pelo que me lembro, os pratos principais variam muito de preço, então chutaria mais ou menos isso. Geralmente eu e meu marido dividimos a sobremesa, então fica até menos que isso, hehe.
      Beijos!