Por Ludmylla 29 de dezembro de 2016

Diário de viagem do Vietnã

Já está quase fazendo um ano que viajei para o sudeste asiático e ainda não havia finalizado os posts. Mas antes que 2016 (ano que começou com essa viagem incrível) termine, trago por fim um pouco do que vivi nos meus dias no Vietnã – a experiência mais intensa da viagem.

 

lago-hoan-kiem-em-hanoi-vietnam

Lago Hoan Kiem, centro de Hanoi

Intensa pois só de chegar em Hanoi e se deparar com aquele trânsito barulhento e caótico já um choque. Povo e lugar super simples, culinária de rua que chama a atenção por toda a cidade e a vontade de conhecer cada cantinho de um lugar tão diferente e rico em histórias.

Os primeiros três dias foram em Hanoi, capital política do país. Depois embarcamos para Halong Bay, em um cruzeiro de 2 noites por esse lugar inacreditável. Depois tivemos apenas mais uma noite em Hanoi na volta do cruzeiro e antes de retornar a Bangkok para o retorno para casa.

 

transito-de-hanoi-vietnamdicas-viagem-vietnam

 

Hanói deve ser explorada a pé. Não é grande e há muito o que se ver pelas ruelas da cidade. Depois de umas horas caminhando você se acostuma com o caos e pega o jeito de como atravessar as ruas em meio aos carros e infinitas motos que surgem de todo canto, haha.

O lago Hoan Kiem é o principal cartão postal da cidade e tem uma localização bem central, andando pela cidade, dá para se basear na posição do lago para não se perder, hehe. O Mausoléu de Ho Chi Minh e o Museu da Guerra são pontos de interesse importantes em Hanoi.

 

viagem-hanoi-vietnam

 

Nosso hotel em Hanoi foi o Serenity Villa Hotel. Simples, barato, bem localizado e satisfatório – reserva feita pelo Booking.

Para entrar no Vietnam, brasileiros precisam de visto. Se você está viajando por conta própria, é só obter uma pré-autorização neste link, e terminar os trâmites na chegada ao país – visa on arrival.

 

catedral-st-joseph-hanoi-vietnam

St. Joseph’s Cathedral – única igreja católica que me lembro de ter visto em toda a viagem

 

Cosméticos corenos

Aproveitei meus dias por lá para fazer as comprinhas dos cosméticos coreanos que mostrei nesse post. Tanto The Face Shop, quanto Skinfood (duas marcas bem conhecidas e de muita qualidade) tem algumas lojas espalhadas pela cidade, é só colocar no Google Maps  e ver qual fica mais viável. Os preços são ótimos e dá vontade de carregar a loja inteira! Na Tailândia também tem essas mesmas lojas, eu só preferi deixar para o final da viagem, já que era possível.

 

Halong Bay

No terceiro dia no Vietnã embarcamos em um cruzeiro, por Halong Bay – baía localizada a umas 2 horas de Hanoi e que tem uma geografia especialmente deslumbrante.

 

halong-bay-vietnam-dicascruzeiro-em-halong-bay-vietnam

 

Não deixe o tempo te desanimar, pegar céu limpo e sol nessa região do Vietnã é quase ganhar na loteria. Quase sempre está nublado e meio friozinho, mas o clima é muito agradável.

Por lá, dá para andar de kaiak pela baía, ter aula de culinária local, conhecer uma fábrica de pérolas no meio do mar. Um dos passeios é em uma caverna, de onde se tem uma vista linda de toda a baía. E as noites no cruzeiro ainda te permitem conhecer outros viajantes, de várias partes do mundo – é um barco com cara de antiguinho, com poucos quartos e todos fazendo as refeições no mesmo ambiente. Lembra cenas dos livros de Agatha Christie, mas sem a parte em que alguém morre, rs!

 

passeio-de-kayak-em-halong-baypaisagens-do-vietnam

 

Nossa companhia foi a Galaxy Cruises, gostei do barco e da comida servida, bem típica mas variada sabe?! O único porém em relação ao cruzeiro é a programação, nós ficamos bastante tempo sem nada para fazer no barco. Mas, pudemos perceber que todas as companhias que oferecem esse cruzeiro tem basicamente a mesma programação. Então, a não ser que o intuito seja realmente descansar, eu recomendaria o cruzeiro de apenas uma noite, em que dá para conhecer a região e tem programação mais cheia.

 

dicas0viagem-halong-bay-vietnam

 

Minha viagem pelo sudeste asiático aconteceu entre dezembro e janeiro – inverno na Ásia e época ideal para conhecer a região, já que não chove. Na Tailândia, o calor é intenso o ano todo, Laos e Vietnam já tem um clima mais ameno, mas apenas para um casaquinho. Por isso essa é a época considerada ideal para essa viagem.

Termino aqui o relato sobre a sudeste da Ásia, uma região muito especial em história, pessoas, culinária e paisagens!

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.